12 de junho de 2012

12 de junho de 2012

Orlando Silva é absolvido pela Comissão de Ética da Presidência

No Blog do Esmael Morais

A grande mídia brasileira é branca, racista e homofóbica. Também não gosta de pobre. Prefere os endinheirados. Tudo bem, dizer isso é chover no molhado.

O fato é que o ex-ministro do Esporte, Orlando Silva, foi absolvido ontem pela Comissão de Ética da Presidência da República.

O Negão, como era chamado o ex-ministro, caiu porque a revista Veja ecoou denúncias de um policial criminoso de Brasília (essa revista cultiva umas amizades esquisitas, vide o Cachoeira).

Pois bem, Orlando Silva caiu do cargo jurando ser inocente. Foi às lágrimas dizendo que estava sendo vítima de preconceito e de um golpe da mídia.

A Comissão de Ética da Presidência, presidida pelo ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Sepúlveda Pertence.

"O processo contra mim, motivado pelas mentiras da revista Veja, foi arquivado por falta de provas", comemorou o ex-ministro Orlando Silva, que promete ir até as últimas consequências na Justiça contra seus detratores.

A pergunta que não quer calar é: A mídia vai pedir desculpas ao Negão?

0 comentários:

Facebook Google+ Twitter RSS